sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

vem de uma vez

Vem cá..
Mostra-me que nada do que se fez, disse, sentiu foi em vão.
Mostra-me a beleza infima, infima mas grandiosa, do teu bater de coração.
Deixa-me pôr a minha cabeça no teu peito e sentir a melodia do teu bater a entrar em sintonia com o meu, formando o perfeito e irredutivel unissono.
Mas..
Tu não vens.
Vem cá.
Deixa-me mostrar-te os encantos de amar e de sentires que eu sou tua e tu meu.
Deixa-me levar-te a conhecer caminhos da vida nunca antes vistas.
Deixa-me sentir viva.

Acaba-se de uma vez com propostas. Acaba-se de uma vez com os medos. Alguma vez? Nunca.

5 comentários:

  1. oh minha querida, isto de ir para o alentejo e não ter net é do pior ... as por um lado, é bom ficar longe de tudo :)

    vou tentar visitar-te, prometo :D

    até, BOM NATAL E FELIZ ANO NOVO (L)

    ResponderEliminar

e então? partilha tudo comigo :D