quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Apetece-me escrever.
O tempo escasseia,
e sim, apetece-me acima de tudo escrever.
O tempo escasseia,
escassei com a chuva a bater nas minhas vidraças,
vidraças de ferro que cobrem o meu coração.
E toda essa tua miopia do olhar me cega,e...
beijo a luz.

A luz que envenenou todo o meu sangue,
com as trevas do teu pensamento,
que me enxaguaram em rios de febres áridas de sofrimento.

O tempo escasseia,
e o tic-tac lento do relógio importuna-me.
Pára tempo.
Pára ciclo sem fim.
Quero-te luz.
Quero-te trevas.
Quero-te.

14 comentários:

  1. escreve, porque a mim apetece-me sempre ler-te :)

    ResponderEliminar
  2. eu só quero o sol... mas não o sol de todos; o meu sol :)

    ResponderEliminar
  3. O tempo não pára, isso é certo. Só podemos avanaçar, não temos outra opção!

    ResponderEliminar
  4. Penso que haverá sempre tempo para aquilo que é importante para cada um. :)
    Vou seguir -te :D

    ResponderEliminar
  5. Aquele aperto das palavras a quererem sair :)

    Vota em mim por favor :) No meu blog clicar no link da super bock ^^

    ResponderEliminar
  6. Parabéns, o teu blog acabou de ganhar o "Prémio Dardos"! Mais info no meu blog. :)

    ResponderEliminar
  7. wow *o* está mesmo bonito (:
    beijinho **

    ResponderEliminar
  8. Gostei. :) Contínua a escrever boas palavras como estas.

    ResponderEliminar
  9. Ola, boa tarde :D
    eu queria pedir uma coisa, tenho uma amiga, que se juntou a nós no blogger, mas como todos nos no inicio não temos muito seguidores nem comentários, se podem-se passar por la, para dar a vossa opinião, eu e ela agradecíamos.
    Beijos e obrigada :D

    [http://marasuzette.blogspot.com/

    ResponderEliminar

e então? partilha tudo comigo :D